2 de jul de 2013

Novidades muito legais no site e

não se vcs sabem, mas recentemente abrimos um beta do nosso site (http://revistazinext.wix.com/zinext) e lá vcs podem acompanhar todos os lançamento do selo ZINEXT além das novas parcerias e entradas na equipe.

Porém eu vim aqui falar pra vcs da nossa nova novidade. É que entramos no sistema de pagamento colaborativo onde com apenas um twitte ou compartilhamento vc pode ter acesso a qualquer quadrinho da nossa lista. Que não é pequena mas no momento lançamos: "OMNI" #0, "Da água para o vinho" #1 e "Ass: Z" #1.

Outra grata novidade é a parceria da ZINEXT com a Editora Reação da Revista Conexão Nanquim. Agora vamos estreitar essa parceria em um futuro portal com várias atualizações semanais.

Ainda temos gratas adições ao nosso grupo como Sami Celestino e Leonardo Fernandes (este último publicitário, irá cuidar das ações de Marketing do nosso selo).

Por enquanto é isso. Um abraço a todos!

Francisco Oliveira

1 de jul de 2013

Superman: O Tempo, Movimento e o Trágico


Uma porção de chatos e sem poesia na vista comentam a clássica cena de Superman "mudando como um deus o curso da história, por causa da mulher"; girando o planeta em sentido inverso e "interferindo na História Humana" como soava Jor-El. Impertinentes cientificistas caluniando a cena do filme, tagarelando que fazer a Terra girar ao contrário, primeiro, provocaria um cataclismo de proporções absurdas, pois tudo que há na Terra se esfacelaria com a inércia. Depois, girar a Terra ao contrário apenas seria um movimento de rotação ao contrário, na tem a ver com o tempo histórico. Assim a cena fica esvaziada de seus signos.

Mas, como dizem os manuais de fazer quadrinhos, o sensação de Tempo vem da sequenciação dos quadros. E de fato, toda a noção que temos de Tempo é derivada do Movimento. O Tempo em nosso senso comum é subordinado ao Movimento; é sucessão de movimentos. Conhecemos as horas nos relógios pelos ponteiros que giram; o dia se passa com o movimento dos astros. A História é uma sucessão de anos e séculos. Onde quer que vejamos o Tempo, aí há muito mais e apenas sucessão de Movimento. Os rudimentos básicos de nossa organização mental e social do Tempo e da História: Passado, Presente, Futuro, sempre linearmente, não passa de noções extraídas do movimento no espaço, de nossos hábitos. É a linguagem do deslocamento pelo espaço servindo para compreender o Tempo.

Daí Jor-El, em sua sabedoria elevada de kriptoniano está corretíssimo em seu alerta: "É proibido interferir na História...!" Sim, pois Superman está querendo reverter o movimento, as causalidades encadeadas dos fatos, logo, a ordem da sucessão dos movimentos - a História, a seta do tempo: passado-presente-futuro. O pensamento de Superman está correto se observarmos os signos da cena, não tendo-a como representação de fatos científicos - como convém a arte! Retorna o o movimento, retorna o tempo Cronos. Aí é todo o auge do filme exibindo a potência do Superman, ele, como todos os heróis, é aquele que quer repor o mundo nos eixos, reverter os movimentos aberrantes do mundo, causadores dos acidentes. Aqui é um terremoto desmoronando a Terra, muito significativo isso. Superman é o herói elevado a deus, e acima dos heróis, pode reverter as causalidades, os movimentos aberrantes do mundo para recolocá-los nos eixos. Essa cena "demonstra"o Superman.

Mas eu me permito uma leitura singular da cena: a Terra desmoronava e se abria efetuando estrondosos acidentes. Superman ao ver sua amada morta, num ato de desmedida (hybris) trágica, tomado de fúria amorosa, acelera e intensifica os movimentos aberrantes da Terra - como para libertar o Tempo do Movimento!... Não é um ato exatamente bondoso de salvação, do tipo moral que apenas salva a donzela. É um ato cruel, disparo desgraçado e bendito de herói trágico, rompendo as regras, desobedecendo o pai, estraçalhando as causalidades, fazendo o mundo circular em fluxos intensos, e misturar o passado e o presente e o futuro. O Superman nessa leitura não é o "escoteiro azul", é Prometeu, é Ajax, é Dionísio acelerando o Apocalipse. Mas... que estranho! retornando, ele encontra o mundo em paz; Lois está viva, a Terra sarada de seus desmoronamentos. Por quê? É que para os trágicos e intensos há sempre uma salvação pela Repetição, o Eterno Retorno do Diferente. Há uma restituição miraculosa do Mesmo-e-no-entanto-Outro! Para os heróis trágicos há sempre uma redenção final que emerge da perdição absoluta! Comédia aflorando da tragédia, uma devolução de cem vezes mais. Pois a Terra que retorna, milagrosamente, retorna diferente.

por Al Duarte.

18 de mai de 2013

Salve galera zinexteira!

"zinexteira" (roubei esse termo do Luís CS)...

Enfim estamos aqui para comentar rapidinho sobre os bastidores da ZINEXT #4 e apontar para o futuro da Revista que já está chegando ao seu primeiro ano. "Mas já"!

Bom, como era se esperar editar uma revista com o peso da ZINEXT é muito complicado e aqui acolá algumas coisas passam despercebidos. Por isso pedimos perdão por tudo e esperamos com o tempo sanar as dúvidas. A edição passada foi um divisor de águas pois tivemos gratas novidades com a adição de "Z" de Rezo Oak e o conhecidíssimo "MEMO" do mineiro Rodrigo Marques. Além do retorno dos nossos queridos colaboradores os cearenses Luis CS e Zé Welligton que trataram de forma magistral o tema que domina a cabeça dos nerds do mundo todo: A disputa Marvel vs DC nos cinemas com Homem de Ferro 3 e Superman: O homem de aço.

A questão é que estamos precisando de gente nova, sangue novo na ZINEXT. Se você quer apenas divulgar o seu trabalho aqui no nosso blog. Damos todo o espaço necessário e esperamos sempre um bom retorno. Mesmo que o seu trabalho esteja a venda teremos todo o prazer de divulgar gratuitamente.

Não se você perceberam, mas agora na parte mais baixa do blog temos uma sessão de perguntas frequentes relacionadas a Revista e a sua participação nela. Cliquem e perguntem, tirem suas dúvidas com a equipe do blog.

No próximo fim de semana (dia 26/05) o núcleo cearense, que também é casa da ZINEXT estará realizando uma reunião para definir o novo formato da revista... "poxa! ela vai mudar?"... bom, sim irá, mas pra melhor de forma a interagir mais com o conteúdo desse blog e com as redes sociais: Twitter, Facebook e Google Plus(que no momento ainda não temos perfil).

Enfim é isso galera. Curtam nossa página, compartilhe nossas postagens, leiam nossos quadrinhos e vamos começar a revolução no quadrinho nacional.

Um abraço e até a próxima!

Francisco Oliveira
Diagramador e Editor da Revista ZINEXT

19 de fev de 2013

Com quantos personagens se faz uma boa história?


Este POST foi feito para os nossos pequenos leitores e que sonham em um dia ser um quadrinista.

A verdade é que a quantidade de personagens em uma história é tão importante quanto o número de BBB's que entram na casa mais vigiada do Braaaaasil!!! #sarcasmo

Quando pensei na minha primeira história em quadrinhos, lá pelos idos de 1996 (tinha uns 10 anos) pensava em aventuras com milhares de personagens legais, afinal na época eu era viciado em Super Campeões e criar aventuras de futebol lhe obriga a ter no mínimo 11 personagens certo? Errado!

O primeiro problema que encontrava eram a dificuldade de encaixar todos eles na história, era obvio que eu gostaria que todos tivessem os seus dramas pessoas e momentos de superação. Mas como fazer isso em tão poucas páginas? Na minha mente o anime estava lá, lindo, com animadores de peso. Mais quando chegava no papel...

Já foi provado cientificamente que a relação entre o que imaginamos e o que colocamos no papel não está ligada a sua capacidade imaginativa (no caso de vcs desenhistas), mas sim a prática. SIM! A prática a sua maior inimiga nesse período. Quanto mais se desenha, mais chances de se conseguir o objetivo.

Por isso, vou dividir com vcs algumas experiencias em 3 dicas simples que vão ajudar bastante na hora de criar a sua primeira aventura...


14 de jan de 2013

Como começar um blog de Quadrinhos?

Texto escrito por Aaron Albert.
Tradução e Adaptação: Francisco Oliveira
Link Original: http://comicbooks.about.com/od/cultureofcomics/a/comicblog.htm




1. Ter um site.

Existem algumas maneiras que você pode começar isso. O mais fácil é através de um site como o livejournal e blogspot ou simplesmente registrar o seu site e você já estará muito bem preparado para começar. A idia é sempre pode entrar e mudar o conteúdo do seu site e parece ser fácil baixar e instalar "temas" que os outros pessoas tenham criado e disponibilizado. A coisa interessante sobre sites como este é que você pode mudar o visual do seu site, dependendo de como você se sente. Por exemplo: você pode instalar um tema de Natal e ou outros feriados ou um tema EmO quando você está se sentindo deprimido. A outra forma é  comprar um domínio e hospedá-lo você mesmo. Isso também pode ser barato, eu tenho uma conta através godaddy.com e você pode gastar pouco, algo em torno de US$ 4 (N.T: Equivalente a R$ 8) por mês para ter seu próprio site. Há uma taxa anual de US$ 9,99 para manutenção do nome de domínio e ainda pequena alterações regulares e com alguns anúncios como Projeto Wonderful ou o Google Adsense, com isso você pode até conseguir lucro também. Depois, você pode projetá-lo usando um criador de sites simples, ou usar um software de blogging como o Wordpress.

2. Comece a escrever!

Não há método para se fazer isso. Você pode ter um blog de conversação apenas falando sobre seus gostos e desgostos. Você pode ter um foco ou tema para o seu site. A maioria das pessoas apenas escreve o que vem à sua mente e, eventualmente, encontra um estilo que funcione para eles.

3. Pratique sua "voz".

Ao falar sobre sua "voz" na escrita, esta é a sua personalidade que vem através de sua escrita. Quando eu ensino crianças a escrever, muitas vezes devemos incentivá-los a ler a sua escrita em voz alta para ele mesmo ouvi-la. Se isso soar desajeitado ou imbecil, então ele precisa ser alterado. Tente escrever como você fala. Pode ser difícil no começo, mas você vai encontrar algo que funciona para você e as pessoas querem ouvir de você - suas idéias e não apenas idéias regurgitadas de outros lugares.

4. Crie Vínculos com outros blogueiros.

É uma etiqueta da rede a ligação com pessoas que mencionem ou tenham uma ideia próxima a sua e a da sua história. Links para outros blogs são muito bem vindos, e ajudam a construir uma comunidade de blogueiros de quadrinhos e aumenta a sua reputação.

5. Seja consistente.

Se você tem uma agenda, faça o seu melhor para cumpri-la. Se sua postagens são irregulares (dia sim, dia não), então seu público vai diminuir. Se a ideia de escrever algo todos os dias é muito assustadora, então, blogue algumas vezes por semana, ou até mesmo uma vez por semana para você ir se acostumando, ou mesmo não perder o ritmo.

6. Não tenha medo dos seus críticos.

Tente não deixar que as pressões de outros blogs ou sites que falam de você chegarem até você. Faça o seu melhor para escrever para si mesmo em primeiro lugar. É claro que você precisa ter cuidado com suas palavras, mas não tenha medo de "farpas alheias" de vez em quando. Se você tomar uma atitude firme e pode apoiá-la, cumpri-la. Você vai ganhar mais respeito a longo prazo.

7. Divirta-se!

Esta é a regra mais importante. Escrever deve ser divertido, assim como tudo, quando se torna uma tarefa. O melhor é sempre fazer uma pausa ou, melhor ainda, escrever alguns posts juntos e configurá-los para se postarem automaticamente em uma datas posteriores o que pode garantir uma semana de folga necessária as vezes.

Conclusão

No fim das contas, o blog É o que você faz dele. Você sempre pode mudar as coisas dependendo da sua necessidade de escrever sobre o que quiser. Alguns fizeram disso uma carreira, mas se você se concentrar em apenas se divertir e compartilhar suas experiências, essa pode ser o inicio um longo caminho de uma aventura, que é fazer parte da comunidade de blogueiros de quadrinhos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...